8 de abril de 2014

ATIVIDADE PRÁTICA APLICADA AO IDOSO COM DEMÊNCIA: ESTIMULAÇÃO COGNITIVA ASSOCIADA COM ESTIMULAÇÃO MOTORA.



Alguns estudos têm apontado que a prática regular de exercício físico pode promover alguns benefício nas funções cognitivas, nos distúrbios neuropsiquiátricos e na funcionalidade de idosos com demência como: atenuação do declínio cognitivo, diminuição dos sintomas depressivos e das alterações comportamentais e melhora nos componentes da capacidade funcional( força, flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora e agilidade).
Pesquisas evidenciam que a prática regular de atividade física, principalmente quando associada a estimulação cognitiva, pode promover a manutenção ou melhora das funções cognitivas, com destaque na atenção, funções executivas e linguagem de idoso com DA.
 
No vídeo acima uma demonstração de atividade realizada no domicílio do idoso com demência. Atividade Cognitiva associada com Atividade Motora.
 
 
FONTE: EXERCÍCIO FÍSICO NO ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL E PATOLÓGICO.DA TEORIA A PRÁTICA. 2013.