11 de março de 2011

Estamos vivendo mais. E podemos viver melhor.

Fonte

A expectativa de vida no Brasil subiu nas últimas décadas para 73 anos. Hoje são 2 milhões de pessoas com 60 anos ou mais e , em 2025, serão 32 milhões. O novo desafio é menos o de aumentar a longevidade e mais o de garantir saúde e qualidade de vida na terceira idade.
Ser saudável, para a Organização Mundial da Saúde (OMS), não significa estar sem doença, mas desfrutar do bem-estar físico, mental e social.
A regra essencial para viver mais e melhor é planejar o envelhecimento. Os cuidados preventivos devem começar cedo, a partir do 40 anos, com orientação de um médico, que pode ser um geriatra.
Garantir uma boa qualidade de vida é fundamental para as pessoas com mais de 60 anos. A nutrição adequada tem papel importante na manutenção do bem-estar e da disposição. A pessoa deve exercitar-se com o acompanhamento de um educador físico e , se necessário, freqüentar sessões de fisioterapia, sob orientação médica e supervisão de um profissional qualificado. Mas a todos esses ingredientes e cuidados, é preciso acrescentar mais um: a convivência social. Os amigos, familiares, vizinhos e colegas de trabalho formam, juntos, uma rede de proteção e afeto primordial para quem quer viver mais e melhor.