17 de março de 2012

ACIDENTES DOMÉSTICOS EM IDOSOS.



A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, em pesquisa recente, levantou que um em cada quatro idosos cai, dentro da sua própria casa, pelo menos uma vez por ano.Em 35% desses tombos gerou algum tipo de fratura.
É importante alertar as pessoas que chegaram à terceira idade, dos riscos existentes dentro do lar e as medidas preventivas a serem aplicadas.A mencionada pesquisa revelou que a principal causa de queda em casa é a baixa súbita de pressão arterial ao levantar da cama.19% dos acidentes domésticos foram causados pela dificuldade de enxergar objetos que possam ocasionar escorregões.
As quedas podem causar grandes complicações como contusões, torções e fraturas.Para evitar estas quedas, são necessárias algumas medidas de segurança simples.

NOS APOSENTOS DA CASA:

  • QUARTO: os interruptores de luz devem estar próximos da cama.Lembre-se que chinelos e fios de telefone ou abajur devem permanecer fora da rota de tráfego do morador para evitar tombos.Uma cadeira ajuda muito na hora de vestir meias e calçar sapatos.
  • CAMA: tem que ser mais alta que as comuns, para facilitar na hora de sentar no colchão e levantar.A altura recomendada é de 55 a 65 centímetros.Não há necessidade de se comprar uma nova e sim levantar a que você já possui.
  • ARMÁRIO: deve ter luz interna, portas leves e com maçanetas grandes.Não esqueça que o cabideiro deve ser baixo, aproximadamente 1,5 metros de altura.
  • BANHEIRO: o boxe deve conter piso antiderrapante, ducha móvel, tapete de borracha e corrimão, também próximo do vaso sanitário.
  • Em locais mais sensíveis como banheiras e escadas colocar e sempre utilizar corrimão para apoio.
  • Nunca se agarrar na pia para levantar-se do vaso, pois esta pode deslocar-se e provocar um sério acidente.
  • SALA: as estantes devem estar bem fixadas na parede, pois podem servir como ponto de apoio aos mais idosos em caso de desequilíbrio ou tontura.
  • Televisão e aparelho de som: devem ter controle remoto, lembrando sempre dos cuidados com os fios, tirando-os dos lugares de passagem.
  • Retire os tapetes a fim de evitar escorregões.
  • Sofás e poltronas devem ser mais altas (entre 55 e 56 centímetros) para facilitar a acomodação.
  • Cuidado com objetos, móveis, tapetes espalhados ou colocados de forma inadequados, sendo sérios obstáculos que facilitam tropeços.
  • Quanto ao piso, evite materiais lisos e escorregadios, bem como o uso de ceras e polimento e desníveis ou degraus desnecessários.
  • COZINHA: as panelas usadas para elaborar a refeição devem estar nas bocas posteriores do fogão, portanto mais afastadas das crianças e idosos.
  • Acenda primeiro o fósforo e depois gire o botão do fogão para evitar surpresas, principalmente o forno.
  • Sempre alerte ao idoso no caso de vazamento de gás, jamais risque um fósforo, isqueiro ou acenda a luz, uma simples faísca pode ocasionar uma explosão, explique para que abra as janelas e portas da residência, sala o mais rápido possível e chame ajuda.

Veja as dicas fornecidas por geriatras e ortopedistas da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia:

  • Cuidado com a escolha dos sapatos que devem ser fechados e com solados aderentes ao piso.Os ortopedistas alertam que 18% dos acidentes são causados por sapatos inadequados, por exemplo:chinelos ou sandálias com salto fino.
  • Locais claros e bem iluminados podem facilitar a visualização de obstáculos e a noite ilumine bem sua casa e deixe uma luz guia acessa no casdo de levantar e durante a noite para auxiliar sua visão ao ir ao banheiro ou cozinha.
  • Mantenha os objetos e utensílios mais utilizados entre a altura dos ombros e da cintura, evitando subir em banquinhos e cadeiras ou abaixar-se demais.
  • Quando for brincar com animal de estimação, faça-o sentado.
  • Ao fazer atividades que exijam deslocamento constante, como cozinhar, estender roupas, etc, deixe seu animal de estimação em outro cômodo, evitando tropeçar nele.
  • Não suba em banquinhos ou cadeiras e nem se apoie na cama ou em outros locais para alcançar prateleiras altas ou maleiros.
  • Não busque apoio em cadeiras ou portas de geladeira ou de armários para levantar-se ou para andar.
  • Se estiver com sono, não permanecer em cadeiras ou móveis instáveis, pois ao adormecer, poderá cair.

IMPORTANTE: Caso ocorra algum acidente dentro de casa o melhor a fazer é procurar uma unidade de saúde imediatamente, as medidas " caseiras " de socorro devem ser evitadas para não agravar o quadro.