30 de maio de 2012

DISTÚRBIOS DO EQUILÍBRIO - RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS.



O processo natural do envelhecimento é caracterizado por um conjunto de modificações funcionais e estruturais do organismo que, no seu conjunto, podem diminuir a vitalidade e favorecer o aprarecimento de patologias relacionadas com os mais diversos sistemas do corpo humano.
Deste modo venho enfatizar os problemas de visão, que são muito ocorrentes no envelhecimento, onde contribui diretamente para os problemas de equilíbrio e para uma das suas consequências mais temidas: as quedas.
Um dos principais sintomas mais frequentemente associados aos problemas de equilíbrio e ocorrência de quedas são as tonturas.
Todos os anos cerca de 1/3 das pessoas com mais de 65 anos sofrem uma queda. As quedas são uma importante causa de lesões (fraturas), incapacidade e declínio funcional.
O risco de queda, por exemplo em casa, é bastante elevado. Isto deve-se a algumas situações de risco que podem estar relacionadas com o uso de calçado inadequado, a existência de escadas e obstáculos no interior das habitações ou até a utilização incorreta de auxiliares de marcha.
Deste modo, o sucesso da intervenção na redução das quedas passa por perceber de forma adequada os fatores de risco, promovendo assim a atuação mais indicada à origem do problema. Aqui é importante que a responsabilidade seja distribuída pelos mais idosos, pelos seus cuidadores e também pelos profissionais de saúde que com estes contactam e que têm um papel informativo e de aconselhamento.

Ficam alguns conselhos práticos de modo a prevenir as quedas e melhorar a sua qualidade de vida.

Tenha em atenção 3 aspectos centrais:
  • Inicie um programa regular de exercício físico.
  • Procure o seu médico para que seja revista a sua medicação e para realizar um check-up à sua visão.
  • Torne a sua casa mais segura e prática.

Relativamente a alguns fatores de risco que pode controlar, tenha conta os seguintes conselhos:
  • Partilhe as suas opiniões e receios com o seu médico ou com um familiar.
  • Não deixe de realizar as suas tarefas diárias e realize exercício físico.Assim vai manter ou melhorar a sua agilidade, força e equilíbrio.
  • Use calçado adequado mesmo dentro de casa.
  • Depois de acordar ou estar sentado, levante-se lentamente e por etapas ( primeiro deitado, de seguida sentado, e depois em pé).
  • Realize refeições equilibradas e saudáveis.
  • Se necessário, utilize auxiliares de marcha e, se tiver problemas de visão, não dispense os seus óculos.
  • Se tomar medicamentos, não altere as dosagens recomendadas.
  • Sempre que possível sente-se enquanto troca de roupa.
  • Se tiver dificuldade no banho, tente utilizar acessórios que facilitam esta tarefa.
  • Não suba em cima de bancos, escadotes ou outros.
  • Ao descer escadas utilize sempre corrimão para se apoiar e não o faça de luz apagada.
  • Mantenha a sua casa arrumada, bem iluminada e sem objetos no chão nos quais possa tropeçar ( tapetes, fios, etc.).

IMPORTANTE: ADOTAR MEDIDAS PROFILÁTICAS AINDA É O MELHOR REMÉDIO PARA A PREVENÇÃO DE QUEDAS.VAMOS PRATICAR ESTA IDEIA!!!!