15 de novembro de 2012

ESPECIALISTAS REVELAM QUAIS SÃO OS CINCO MANDAMENTOS PARA UMA VELHICE PERFEITA.



Pesquisadores de Harvard e da Universidade da Califórnia descobriram que o segredo pode estar dentro de nós. E um médico brasileiro traduz o trabalho em cinco mandamentos.
 
  • PRIMERO MANDAMENTO: DECISÃO.
          Disciplina e Determinação para por em prática tudo aquilo que já sabemos.
          "Se o fato de apenas saber fosse suficiente, médicos não fumavam e nutricionistas não seriam gordas.É porque mesmo sabendo não tiveram ou não têm atitude de mudar.O adulto que quer ter uma velhice boa, antes de mais nada invista na vida de agora olhando pro futuro.Mude o que tiver que mudar agora olhando pro futuro, e não esperar o futuro chegar pra dizer: perdi tempo ", afirmou o geriatra Renato Maia.
 
  • SEGUNDO MANDAMENTO: EVITAR COMPORTAMENTOS DE RISCO QUE COMPROMETAM NOSSA SAÚDE.
          "É um comportamento de risco a velocidade, a violência, é um comportamento de risco também a pessoa tentar, do ponto de vista físico, ultrapassar os limites.É preciso viver sem medo, mas adotar comportamentos que no fundo, no fundo, podem dar até um prazer naquele momento, mas são contra o tempo de vida", explicou Renato Maia.
 
  • TERCEIRO MANDAMENTO: SABER ENFRENTAR AS ADVERSIDADES E AS DIFICULDADES QUE A VIDA NOS APRESENTA.
          "A perda, o dissabor, a tristeza com o acontecimento não podem ser negados.As pessoas que conseguem resolver enfrentar essas situações com reações mais positivas elas vivem mais e vivem melhor", disse o geriatra.
 
  •  QUARTO MANDAMENTO: CULTIVAR OS LAÇOS SOCIAIS.
          "Os laços sociais, eles começam na família, passam pela comunidade, podem passar pela igreja, mas são relacionamentos que devem ser positivos, construtivos, harmônicos, solidários.A pessoa que tem bons laços socias, ela tem motivo para viver muito mais e melhor", ressaltou Renato Maia.
 
  •   QUINTO MANDAMENTO: TER UM PROJETO PARA A APOSENTADORIA,QUE NÃO SEJA SOMENTE GARANTIR A RENDA NECESSÁRIA PARA VIVER.
          "A aposentadoria hoje não dura apenas cinco ou dez anos como no passado, ela pode durar 20, 30 anos.Então é preciso ter um projeto para esse momento da vida.Porque essa história de sonhar em fazer nada, sonhar em sur inútil, sonhar em não ter compromisso, isso não é um projeto de vida, isso é um projeto de morte.Esse projeto não é voltar ao trabalho, não significa voltar a ter renda, mas ter algo que dê significado a vida", completou o geriatra.




FONTE: GLOBO REPÓRTER- 10-11-2012